Sérvia

Sérvia

Um clima cada vez mais perigoso

Cinco anos depois que Aleksandar Vucic assumiu as rédeas da Sérvia como primeiro-ministro e depois presidente, praticar o jornalismo no país não é mais uma atividade segura, nem é encorajado pelo governo atual. O número de ataques a jornalistas e à mídia, as ameaças de morte e o uso, por muitos políticos, de uma retórica cada vez mais incendiária contra a profissão está em ascensão. Muitos ataques à integridade física dos jornalistas não são nem levados à justiça, nem resolvidos, e as agressivas campanhas de difamação que a mídia pró-governo orquestra contra os jornalistas investigativos estão em plena atividade. Alguns repórteres corajosos continuam a investigar tópicos arriscados, como crime ou corrupção, mas devido à alta concentração e falta de pluralismo no país, suas reportagens têm alcance limitado. O conluio entre políticos e a mídia, a desinformação tolerada pelo governo e a falta de pluralismo na mídia impressa e televisiva também são fontes de grande preocupação.

90
na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2019

Posição

-14

76 em 2018

Pontuação global

+1.60

29.58 em 2018

  • 0
    Jornalistas assassinados em 2019
  • 0
    Jornalistas cidadãos assassinados em 2019
  • 0
    Colaboradores assassinados em 2019
Ver o Barômetro